domingo, 13 de novembro de 2011

O dom da Ressignificação!

Para a Neurolinguistica, ressignificação é um método utilizado para que as pessoas possam atribuir novo significado à acontecimentos, através da mudança de sua visão de mundo, percebendo-o de maneira mais agradável, proveitosa e eficiente.

Mas, explicações teóricas a parte, vamos à prática. A vida é prática, mesmo sendo complexa.

Tenho treinado diariamente esta capacidade de ressignificar, seja em pequenas coisas ou em grandes sentimentos e lembranças. Desde ir à um lugar que te trazia lembranças nada agradáveis, até perdoar aquela pessoa que te magoou profundamente.

Neste processo, identifiquei algumas etapas:

1) Reviver: Importantíssimo para o processo de ressignificação. Colocar-se em contato novamente com aquele estímulo que antes poderia ser aversivo, e, através de novas contingências e vivências, torná-lo agradável. Ir à um restaurante que te deixou más recordações, seja pela última companhia, ou pelo prato servido, é uma ressignificação importante. Além de reviver o momento, o resultado, naturalmente, será diferente. Novas risadas, novos sentimentos, novos abraços, nova vida. Afinal, ela se renova diariamente.

2) Repensar: Se a situação anterior deixou resquícios não agradáveis, é melhor repensar sobre ela. Mas o que ela trouxe, de forma geral? Quais foram os aprendizados? O que eu não quero viver denovo? Repensar, trazer a tona, e, reviver.

3) Ressignificar: Revivemos, repensamos e agora, ressignificamos. Damos nova cor ao que passou, nova vida, novo significado, enfim. O medo transforma-se em coragem, a vontade de fugir em vontade de correr, a raiva em (novo) amor.

4) Mudar: Depois deste logo, e por vezes doloroso processo, algo de diferente irá acontecer. Por menor que seja, a mudança vai surgir. E ela é significativa, independente do tamanho. Se os passos anteriores forem feitos corretamente, você já mudou. Se você se permitir reviver situações, repensar decisões, ressignificar verdades, pronto, você já mudou.

E que bom que temos estas oportunidades na vida. Porém, não adianta saber o que e o como fazer se não dermos o primeiro passo. O vencedor da maior maratona do mundo começou com um primeiro passo. O andarilho começa com um primeiro passo. E eu já dei o meu.

6 comentários:

  1. Maravilhoso texto! Bravo!! Vou imprimi-lo para mim! Gratidão pelas palavras que, de certa forma, me trouxe ótimas reflexões!

    ResponderExcluir
  2. Maravilhoso texto! Bravo!! Vou imprimi-lo para mim! Gratidão pelas palavras que, de certa forma, me trouxe ótimas reflexões!

    ResponderExcluir
  3. Adorei...obrigada!
    www.mulherdeverdade33.com

    ResponderExcluir
  4. Adorei...obrigada!
    www.mulherdeverdade33.com

    ResponderExcluir